Este site utiliza cookies, com o objetivo de melhorar a sua utilização. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.
Aceito
Saiba mais

Primavera/Verão 2019

Lacoste

    Galeria ({{imgCount}})
    Vídeo
    ver mais

    Fiel à sua capacidade de absorver o ar dos tempos, a LACOSTE reduziu os últimos vestígios de uma moda hiper sexualizada para revelar uma permeabilidade real entre o guarda-roupa masculino e feminino. Sem reivindicações ou provocações, a LACOSTE apresenta uma coleção Primavera/Verão 2019 que aposta mais no estilo do que no género.

    Combinando peças intemporais com sazonais, a LACOSTE induz uma forte inspiração vintage ao fundir o seu ADN tenista com o universo de streetwear dos anos 90. Uma visão criativa e inesperada da norma sportcore que advoga uma certa singularidade e inconformismo libertador.

    Um novo ímpeto nos marcadores de identidade da marca. O pólo, ícone unissexo de sportswear está no centro da nova coleção. À medida que a rua se inspira no ténis, que os seus básicos são empurrados para uma era mais subversiva do estilo de rua, tornando-se a nova norma do quotidiano. Aqui, o algodão justapõe-se a materiais mais técnicos como o poliéster ou o tafetá diamante, enquanto os volumes e proporções se amplificam, apostam no oversize e nas camadas para estruturar a silhueta e multiplicar as possibilidades.

    Indiferentemente vestidas por homens ou mulheres, as calças desportivas e os respetivos blusões ganham uma nova vida. O fato masculino transforma-se num blaser e calça para mulher, o pólo em tamanho XXL associa-se a uma longa saia plissada ou a calções em jersey técnico que são subidos até à cintura e cintados com o clássico cinto de fivela metálica. As fronteiras entre moda e desporto dissipam-se.

    O logo destaca-se como que a reivindicar a pertença a um clã.
    Radicalmente exibido num panamá justaposto a um boné, assinala discretamente um par de óculos formato aviador. O crocodilo assina também dois pares de ténis, o modelo Sideline em tela branca com as suas riscas multicoloridas inspiradas no ténis e o modelo Masters, em couro e design minimalista, retirados dos arquivos LACOSTE. Se a assinatura é omnipresente, o nome da marca também se imprime em padrões integrais num look em ganga.

    Uma linguagem de moda desportiva e audaciosa surge a partir dos padrões – com exceção do revisitar de um padrão de palmeiras ou das linhas geométricas de um pólo – dando liberdade de expressão às tradicionais cores LACOSTE como o azul-marinho, verde, branco e preto jogadas em monocromáticos blocos de cor.

    Fotografados por Craig McDean, os looks da coleção Primavera/Verão 2109 da LACOSTE são mistos e unissexo, transcendendo ambos os géneros. Roupas que outrora definiam o género fazem-nos prosperar. Encaixando-se no contexto da moda sem género, implicam uma mudança sociocultural com um impacto de longo alcance.

    Lacoste

    Nº 1141,1142 | PISO 1